Nasce na Espanha a Fundação Educativa Jesuitinas.
Depois de vários anos de reflexão e discernimento, a Congregação na Espanha acaba de tornar pública a aprovação da Fundação Educativa Jesuitinas, pela Conferência Episcopal Espanhola. Nela se prevê a integração de todos os colégios da Espanha a partir do próximo ano escolar 2018-19.

Mª Carmen Martín FI, Superiora Provincial de Espanha-Itália, explicita em uma mensagem publicada no site provincial que a Fundação “tem o encargo de assegurar, seguindo o carisma de Santa Cândida Maria de Jesus, que nossos centros educativos sejam uma clara alternativa em valores cristãos. Com a participação de todos: religiosas e leigos, professorado e famílias, pessoal de administração e serviços, alunado, colaboradores…, compartilhando missão e visão, será possível dar continuidade à intuição educativa da Madre Cândida”.

Na mesma linha, a nota de imprensa lançada para anunciar tal aprovação, constata que a criação da Fundação pretende dar “uma resposta ao desafio de crescer juntamente com os leigos na missão e visão compartilhadas”. Também se recolhe nela que, esta nova forma de titularidade das obras educativas, “não implica nenhuma mudança no que diz respeito às comunidades das Filhas de Jesus, que continuarão presentes nos colégios e nos múltiplos trabalhos apostólicos que estão desenvolvendo nos lugares onde estão. Não afetará também o Modo Próprio, que continuará sendo o mesmo, nem os educadores nem a dinâmica dos centros”.

No mesmo dia em que a CEE (Conferência Episcopal Espanhola) anunciava a aprovação da criação desta Fundação em caráter canônico privado, todas as famílias das obras educativas da Espanha foram informadas, através de uma circular da Superiora Provincial também assinada, em cada lugar, pela direção do centro.

0
0
0
s2sdefault