Nos primeiros dias do mês de junho aconteceram na Província Espanha-Itália alguns encontros importantes no calendário, para continuar dando passos em vista à Fundação Educativa Jesuitinas, obra apostólica das Filhas de Jesus na província, que no próximo ano escolar 2018-19 assumirá a titularidade dos 21 colégios da Espanha.


Em 8 de junho a Equipe de Obras Educativas convocou novamente neste ano escolar todas as Equipes Diretivas para um encontro (leia aqui a crônica completa da jornada). Foi, como destacou Raquel Amigot FI, “o último encontro no qual a Congregação é titular dos colégios antes de que a Fundação assuma a titularidade”.  A Superiora Provincial Mª Carmen Martín FI recordou que, 147 anos após a fundação da Congregação, “nossa história se vincula a novos passos educativos”, e não se trata nem de fechar nem de abrir, mas de uma mudança em continuidade. 

No momento dos cumprimentos também tomou a palavra Rosa Romo FI, presidenta do Patronato da Fundação, fazendo memória dos nomes dos 21 colégios e lembrando de que cada um tem algo específico para oferecer à Fundação. Rosa, após uma explicação sobre a identidade e a estrutura da Fundação, ficou também encarregada de apresentar a Equipe de Titularidade de Jesuitinas (ler aqui a notícia sobre a nomeação da mesma e sua composição) Eles se encarregaram da maior parte no restante do encontro, apresentando aos convocados as competências, estrutura e objetivos do plano anual de cada uma das áreas que compõem a Equipe de Titularidade.


Depois das palavras de encerramento e despedida da Equipe de Obras Educativas, a jornada terminou com a celebração da Eucaristia e, a seguir, partilharam um vinho espanhol. No dia seguinte, sábado 9 de maio, foram convocadas as Filhas de Jesus, especialmente as Superioras Locais e aquelas que ainda estão em ativo realizando algum serviço nos colégios. O encontro, ao qual compareceram mais de 60 irmãs da província, teve lugar no colégio Maria Virgem de Madri (leia a crônica completa do encontro escrita por Mª Luisa Berzosa FI). Foi um dia para recordar o processo seguido e para aprofundar os documentos que marcam a constituição da Fundação Educativa Jesuitinas: carta fundacional, estatutos, convênios de colaboração…


Um 31 de maio especial:


A data do aniversário de nascimento da Madre Cândida foi escolhida para festejar, nos níveis locais, o nascimento da Fundação EducativavJesuitinas. Por isso cada colégio, seguindo pautas comuns enviadasvpela Equipe de Obras Educativas, preparou uma celebração para simbolizar o passo que a Congregação dá ao fundar esta nova obra apostólica.


O lema dado para este dia foi “173 anos depois, sua vida dá vida”, um lema que recolhe o motivo da celebração: na pessoa da Madre Cândida nasce um carisma na Igreja, e ela é a fonte de quem a Congregação e a Fundação bebem para recriar e atualizar o carisma hoje. No site de Espanha-Itália você tem uma entrada com enlace às celebrações dos 21 colégios da província (enlace crônica 31 de maio) como também a um vídeo criado por todos para esse dia. (

).

0
0
0
s2sdefault