Villasunción para a Congregação das Filhas de Jesus 

Foi nossa primeira casa de acolhida ao chegarmos a Bucaramanga para fundar o Colégio “Reina de la Paz”. Aí ficaram hospedadas nossas irmãs Verónica Tejedor e Concepción García Nieves acolhidas pelas irmãs Escravas de Cristo Rei, Religiosas que cuidaram da casa e nela permaneceram até o ano anterior, deixando uma linda lembrança.

Muitas irmãs da Região Colômbia - Venezuela, em diferentes momentos fizemos os EE nessa casa, e dela guardamos agradecidas lembranças. Inclusive uma das reuniões de equipes de governo FI de América com nossa atual Superiora Geral em um encontro que nos marcou, quando estava responsável pela reforma da casa P. Gerardo Arango de saudosa memória, e muito próximo de várias Filhas de Jesus.

Grupos de estudantes do Colégio “Reina de la paz” desde 1976 até hoje, assim como grupos de educadores, tiveram a oportunidade de viver ricas experiências espirituais e de EE nesse maravilhoso encontro com o Deus da Vida, consigo mesmos e com seu compromisso de fé.

O encontro mais significativo e recente foi o dos estudantes dos últimos anos do Colégio Santander, nos dias 14 a 17 de agosto, no qual tive a oportunidade de trabalhar como educadora desde 1973 até meu ingresso na Congregação.

Experiência organizada pela CVX Bucaramanga a quem lhe pediram atender a solicitação apoiada pelo P. Julio Jiménez e por mim.

Estava recente nossa participação no XVIII Simpósio de EE e vimos que era uma bela oportunidade apoiar os jovens de um colégio estadual e de ambientes muito populares. Foi muito bom constatar que o sonho do P. Upegui SI, bem como o compromisso inaciano de atender a juventude, especialmente a mais vulnerável, é um grito de missão na Igreja hoje.  

Nas avaliações destes dias, tanto as feitas pelos jovens como as da equipe que assumimos a experiência, surgiram novas moções a discernir e a projetar.

Obrigada Villasunción por ser nossa casa, por sua missão evangelizadora ao longo destes 65 anos. Obrigada P. Julio Jiménez pelo acertado detalhe de trazer à memória do coração a linda história de amor escondida, por seu entusiasmo para dinamizar a obra neste tempo, e obrigada a todo o pessoal que silenciosamente faz possível este trabalho.

 

 Teresa Ramírez FI 

 

0
0
0
s2sdefault