Hoje, o mundo digital é um local de encontro com nossos contemporâneos e uma oportunidade para o fortalecimento das relações entre nós. Como educadores, sentimos a necessidade de entrar neste novo espaço, em seus meios, idiomas, possibilidades ... apesar de algumas resistências e dificuldades.

No meu número circular 2 para toda a Congregação, eu disse:

“A comunicação de notícias ajudará muito a manter a Congregação em seu bem-estar” (CFI 326), “pois assim, sabendo em cada parte o que acontece nas outras, pode servir a todos eles como consolo, edificação e progresso na caridade mútua. ”(CFI 236).

Esse é o significado espiritual e universal de nossas comunicações, portanto, ajudaremos a permanecer em nosso bem-estar e cuidaremos de nossa maneira de proceder em um Corpo que hoje está ficando cada vez menor, mas que, ao mesmo tempo, está muito disperso em diferentes países.

As Diretrizes e Normas Complementares lembram que nossa união é realizada no pluralismo e “exige de nós que enfatizemos atitudes de comunicação, diálogo e interesse efetivo em relação a todas as Filhas de Jesus” (DNC 151 e 154).

Além de outros meios, usamos este site, os sites provinciais e as redes sociais oficiais e pessoais para testemunhar o que Deus faz onde quer que estejamos. Nós somos para "ir e anunciar". Sejamos "narradores" do que vivemos e experimentamos.

 Graciela Francovig, Superior Geral

 

0
0
0
s2sdefault