Por causa do serviço e da missão de estar na Pastoral Juvenil - Vocacional na Bolívia, percebi que, como Filhas de Jesus, chegamos à cidade de Oruro no dia 18 de outubro de 1956. Como já não necessitavam da nossa presença, dirigiu-se à cidade de Sucre para iniciar a missão juntamente com os Jesuítas. Depois de alguns anos, ele foi para Cochabamba. As irmãs chegaram, nasceram novos desejos e sonhos de missão apostólica, esse desejo de Madre Cândida de atender os mais necessitados.

Depois de 8 anos na Bolívia, a semente plantada em Sucre brota, dando um pequeno fruto com a entrada do primeiro boliviano. Depois de outros anos, mais três frutos brotaram, depois um, e assim Deus abençoou a Congregação ao longo desses anos.

Olho para a história e lembro-me com gratidão das primeiras seis Filhas de Jesus que vieram e se doaram nestas terras bolivianas. Tive a graça e a oportunidade de conhecer uma delas, uma mulher do verdadeiro testemunho de Hija de Jesús, da Libéria Romero; que também ajudou no processo de aceitação da minha vocação com minha família. Ela soube receber-acolher-ouvir e acompanhar, de casa, todos os que a procuravam, com a simplicidade e a abertura. Sou grato a cada Filha de Jesus que são testemunho e exemplo de Filha e irmã.

Hoje trago as palavras do Padre Herranz:

"Eles são poucos em número e muito menos em qualidade, mas o trabalho não é seu, mas de Deus"

E assim é, a obra é de Deus e espero que nos dê a graça de que surjam novas vocações bolivianas para continuar a obra iniciada há 149 anos.

OBRIGADO, DEUS PAI E MÃE, TÃO BEM RECEBIDO NESTES ANOS DE PRESENÇA NA BOLÍVIA!

Hna. Rommy Villarroel FI
Cochabamba - Bolivia

0
0
0
s2sdefault