O primeiro encontro internacional de comunicadores de As Filhas de Jesus foi um sucesso. A diferença de idiomas e de horário não foi um impedimento para conectar María Teresa Pinto, FI (Conselheira Geral), María Luisa Berzosa, FI e María José Fernández, FI (equipe de comunicação internacional), Mari Carmen Caballero, FI (América Andina), Teresita Tsai, FI (Ásia Oriental), Yvelisse Tavarez, FI e Simone de Paula (Brasil - Caribe), Crystal Bermejo, FI, Cristina Zimmermann (Espanha - Itália), Nori Márquez, FI e Lee Urea, FI (Índia - Pacífico), Pablo Zimmermann e Beatriz Concejo (FASFI), Pablo Labandeira (Fundación Educativa Jesuitinas) e Silvia Rozas, FI (Diretora da ECCLESIA).

María Teresa Pinto, Conselheira Geral responsável pela área de comunicação "na e da" Congregação, foi encarregada de dar as boas-vindas a todos os participantes e de enquadrar nossa reunião.

 ...esta é a primeira vez que há um encontro internacional sobre o tema da comunicação e cujos destinatários são irmãos ou leigos que trabalham na comunicação, seja por escritório ou por envio, dedicando algumas horas quando possível ou durante todo o dia de trabalho.

 Isto nos diz que este tema é algo novo, ou pelo menos novo para a Congregação e seu ambiente institucional (FASFI e F. Jesuitinas). De fato, a Comunicação está presente na Congregação desde o seu início. As 476 cartas editadas de M. Candida são testemunho disso.

Desde o início, duas perguntas têm estado sobre a mesa: O que Deus quer da Congregação no campo da comunicação? Como podemos ajudar a descobri-la e a realizá-la?

A reunião continuou colocando caras aos nomes. Cada participante se apresentou e compartilhou o que esperava da reunião. Sob a fórmula "Eu ficaria satisfeito se..." objetivos como o trabalho em rede ou a criação de uma família fossem repetidos.

Após um momento de reflexão, foi o momento de apresentar o projeto de comunicação de cada província, país e fundação. Espanhol, inglês e português delinearam o processo comunicativo e a forma de trabalho realizada em cada local.

Desta forma, os dois objetivos desta reunião foram cumpridos: encontrar as pessoas que trabalham na comunicação para a Congregação e iniciar um processo de trabalho em rede.

Maria Teresa encerrou o evento compartilhando algumas palavras que Madre Cândida recolheu em sua carta número 457.

"Digam-me o que quiserem, porque os corações das mães e das filhas se entendem muito bem, e quanto maior a distância que nos separa, maior a união dos corações". Estamos todos no coração de Jesus, sob a proteção de nossa Mãe Pura, lá todos nos encontramos e, formando um só coração e uma só alma, trabalharemos mais frutuosamente e nosso interesse pelo reino crescerá a cada dia, espalhando-o onde há tantos obstáculos. Que todos conheçam e amem a Deus e que sua glória se espalhe através de nós. Adeus, minha filhinha do coraçao (ela o diz em português ao Ir. destinado no Brasil: vamos ouvi-lo em nossa língua) - minha filhinha do coração - mi hijita de corazón; meus cumprimentos de todos, e que sua mãe, que a abençoa, humilde serva em Cristo, a ame sua santíssima. Cándida Mª de Jesús". Com esta mensagem de união e afeto dizemos: "adios", "goodbye", "adeus".

Estamos a caminho.

Postagens relacionadas: Encontro Internacional de comunicadores das Filhas de Jesus

 

0
0
0
s2sdefault