Dia 1º de abril nossa Superiora Geral, Maria Inez Furtado fi, terminou sua visita canônica em Filipinas e a caminho para Mianmar, também para a visita, passou por Japão e esteve uns dias descansando e desfrutando a beleza da paisagem, especialmente nesta época da floração das cerejeiras.Sentimos que não tenha podido desfrutar de tudo como gostaria, devido ao cansaço acumulado e às mudanças de clima. No dia 05, as irmãs da comunidade do Japão nos reunimos para um encontro de confraternização com Maria Inez. Em suas palavras de ânimo deixou-nos claro que o futuro, não somente de Japão como da Congregação inteira, está nas mãos de Deus e nos toca viver em fidelidade nosso carisma:  parecer-nos cada vez mais a Jesus e transparecer seu rosto nas circunstâncias concretas que nos toca viver. Para isto, este é um momento privilegiado, um momento de graça.

Sentimos profundamente a ausência de Ester Yamashita fi, que luta pela vida em um hospital de Matsue e das duas irmãs que a acompanham, Teresa Ikazaki fi e Marianita Teñoso fi. As duas acompanharam a fala de Maria Inez através do Skype. Também Fuencisla Perlado fi não pôde estar presente porque viajava, neste mesmo dia, regressando da Espanha depois de suas férias. Aproveitamos a oportunidade de estarmos juntas para nos despedir de Carmen Segovia fi, que depois de 22 anos como missionária no Japão, foi enviada novamente a Filipinas.
À tarde tivemos a oportunidade de ver um vídeo preparado por Carmela Rey, professora leiga de Shotoku, com as atividades no colégio, paróquia, etc. por motivo da saída das Filhas de Jesus de Matsue e o fechamento da Educação Pré-escolar de Shotoku. Percebemos o profundo agradecimento das pessoas pelo trabalho realizado por nós ao longo de muitos anos. Depois de 63 anos de missão em Matsue, sair de lá é um momento difícil para todas, porém nos consolaram as palavras de Maria Inez: “Plantamos a vida, e com a ajuda do Espírito continuará frutificando”.


Terminamos o dia agradecendo a Deus e a Maria por tudo o que Ele fez e continua fazendo  conosco e a seguir tivemos uma merenda ceia. Depois, os diferentes grupos de irmãs retornaram para suas respectivas casas com ânimo, confiança e esperança renovadas. “Tudo está nas mãos de Deus, Ele é nosso Pai e nunca nos abandona”.

Isabel Romero fi

0
0
0
s2sdefault